Empreendedorismo9 de novembro de 2021 Tempo de Leitura: 4 minutos

Como solicitar um empréstimo sem garantia para empresas

Por Redação Nexoos

banner empréstimo sem garantia

Diversas empresas apostam nas linhas de crédito como opção para a expansão dos negócios, porém é desafiador encontrar alternativas que ofereçam empréstimo sem garantia, ainda mais para empresas pequenas. 

Na maioria das vezes, os credores exigem as garantias com a intenção de se proteger contra uma possível inadimplência. Mas, saiba que também é possível solicitar empréstimo sem garantia para pequenas empresas.

Para te ajudar, nós separamos dicas do que fazer para que a sua empresa possa pedir um empréstimo sem garantia e continuar crescendo.

 

Empréstimo sem garantia vs. com garantia

Ao contrário das linhas de crédito tradicionais, o empréstimo sem garantia não exige que a empresa coloque seus bens como salvaguarda em casos de inadimplência.

A confiança da empresa e seu histórico exercem um papel fundamental para indicar se ela pode se qualificar para um empréstimo que não exija garantia.

Assim, as linhas de crédito dependem de fatores como receita, despesas e idade do negócio.

Na maioria das vezes, as empresas mais novas, que não possuem histórico de crédito, só podem se qualificar para linhas com valores menores.

 

Como fazer uma solicitação bem-sucedida?

Agora que você já sabe o que é um empréstimo sem garantia, conheça as melhores práticas para ter sucesso na solicitação.

 

Planeje-se e saiba o destino do dinheiro

Antes de solicitar um empréstimo, é importante que a pessoa responsável por administrar o negócio responda a duas perguntas: qual é o valor necessário e qual a sua finalidade? Com as respostas, será possível entender quais as alternativas disponíveis para a empresa.

É importante fazer o planejamento antes de pedir o empréstimo, para ter um melhor fluxo de caixa e evitar possíveis dívidas. É essencial determinar onde você vai aplicar o capital, para que ele não se perca na rotina administrativa. 

Outra dica para um bom planejamento é evitar as opções de crédito pré-aprovado, como o cheque especial e o cartão de crédito, já que os juros são maiores e podem fazer com que uma situação financeira equilibrada se torne instável.

 

Cuide das suas finanças pessoais

Mesmo que o empréstimo seja para a pessoa jurídica, as instituições financeiras costumam considerar as finanças pessoais dos sócios da empresa. Isso acontece para entender se existe dedicação em honrar o compromisso financeiro.

Dessa forma, se o seu nome está em algum cadastro de proteção ao crédito, é preciso que você regularize a pendência. Afinal, a instituição financeira que vai oferecer o empréstimo sem garantia para a sua empresa pode questionar esse fato. 

 

Tenha uma boa pontuação no Relatório de Crédito

Os elementos de um relatório de crédito empresarial incluem pedidos de empréstimos e histórico de pagamentos de empréstimos.

Assim, a pontuação de crédito empresarial varia de 0 a 100 e leva em conta o histórico do negócio. A credibilidade determina o tipo de empréstimo que a empresa pode solicitar.

Dependendo da modalidade de empréstimo, a sua pontuação de crédito pessoal também pode ser considerada durante a análise. Ter uma pontuação baixa não precisa ser um impasse para conseguir o empréstimo. Porém, nesses casos vale a pena buscar um empréstimo que exija garantia, até a empresa se consolidar.

 

Prepare a sua documentação

Preparar a documentação para o empréstimo é uma das etapas mais importantes durante a ordem de solicitação de crédito. Assim, caso a empresa se prepare antes de se candidatar, é possível evitar imprevistos e acelerar o processo de aprovação.

Selecionamos alguns exemplos de dados que costumam ser importantes no empréstimo sem garantia:

  • Idade do negócio: isso vai ser documentado em seus artigos de admissão, declarações fiscais e outros depósitos;
  • Plano de negócios: ele será útil para indicar que a sua empresa tem uma gestão sólida e experiência no mercado (para saber mais, leia o nosso artigo);
  • Notas fiscais não coletadas: mostram o dinheiro que a empresa receberá no curto prazo, para ajudar a pagar o empréstimo;
  • Relatórios de negócios: inclui demonstrações de lucros e perdas, previsões de fluxo de caixa, balanço e listas de ativos;
  • Declarações de imposto pessoal;
  • Lista de dívidas e pagamentos;
  • Contas bancárias pessoais e empresariais;
  • Finalidade do financiamento: capital de giro, pagamento de dívidas, investimento em marketing, por exemplo.

 

Empréstimo sem Garantia: Peer-to-Peer Lending 

Grande parte das regras do acesso ao crédito sem garantia variam de acordo com a instituição. Por isso, é essencial pesquisar as diferentes opções de empréstimo até encontrar as melhores condições para a realidade financeira do seu negócio. 

Um dos serviços financeiros disponíveis no mercado é o Peer-to-Peer Lending, também conhecido como P2P. Ele é um empréstimo para empresas organizado por meio de instituições que conectam investidores e empreendedores. Um exemplo é a Nexoos, que oferece uma plataforma online para realizar o processo. 

Por meio do empréstimo P2P, o investidor pode ter retornos de até 60% ao ano sobre a quantia que ele emprestou para a empresa, que conta com condições melhores do que as oferecidas pelos bancos tradicionais, devido as taxas serem menores.

 

O papel dos avalistas

Apesar de não exigir garantias pessoais, é preciso ter um avalista na operação, como um sócio da empresa, que aceita ser responsável pelo pagamento do empréstimo em caso de inadimplência. 

Ou seja, essa pessoa vai assumir o risco de que, caso a empresa não pague, ele será responsável pelo pagamento. Assim, ela vai precisar enviar a sua declaração de imposto de renda, e no caso de isenção, o pró-labore ou holerites dos últimos meses.

Isso é necessário para que os nossos investidores tenham a segurança de que a dívida será paga!

 

Empréstimo sem garantia é com a Nexoos!

Com taxas de juros atrativas e boa rentabilidade para os investidores, o empréstimo da Nexoos é uma opção para as PMEs que precisam crescer. 

Dessa forma, você pode pedir de R$ 15 até 500 mil, com taxas de juros a partir de 1,14% a.m. e com a chance de pagar em até 24 vezes.

Hoje, somos uma das fintechs que mais crescem no Brasil, e, em maio de 2021, aconteceu a compra da Nexoos pela Ame Digital. 

 

Por que não exigimos garantia? 

Nós somos uma empresa com atividade autorizada pelo Banco Central e oferecemos toda a segurança necessária para te ajudar!

Na Nexoos, nós tomamos medidas de segurança que garantem riscos menores aos nossos investidores. 

Assim, para pedir um empréstimo sem garantia na plataforma, é necessário que a empresa tenha CNPJ há pelo menos 12 meses, além de não ter restrições no nome da empresa ou dos sócios, e apresentar um faturamento anual de, no mínimo, 400 mil reais.

Com base nisso, a empresa e seu histórico são avaliados pela nossa equipe, por meio de um rating, que é uma nota para a firma, baseada nas chances que ela tem de quitar ou não o empréstimo. Ou seja, isso representa as chances que os investidores têm de receber o dinheiro investido. 

O rating ajuda o investidor a escolher em quais ativos investir, conforme o cenário de pagamento. Isso tranquiliza o investidor, ao fornecer os dados de conduta da empresa. 

Se interessou pela Nexoos? Fale com alguém da nossa equipe e conheça melhor as nossas condições!

Redação Nexoos

Compartilhe este Artigo   

Empreendedorismo empréstimo empréstimo sem garantia pmes

Deixe seu comentário

Os comentários estão fechados.

Precisa de dinheiro para impulsionar seu negócio?

Insira o valor desejado entre R$15.000,00 e R$500.000,00 para iniciar sua cotação.

Artigos Relacionados

Inscreva-se em
nosso Blog!

Receba, em primeira mão, conteúdos exclusivos sobre empreendedorismo e investimentos.